Aço Inox

O aço inoxidável da Aperam South America cumpre perfeitamente os requisitos de desenvolvimento sustentável, o que se tornou uma das prioridades de fabricantes, consumidores e da sociedade como um todo. Esse material também é reconhecido por suas qualidades estéticas e pelo desempenho técnico. Por isso, ele é perfeitamente adequado às necessidades modernas.

Infinitamente reciclável

Por ser infinitamente reciclável, o aço inoxidável é um material ecológico por excelência. Atualmente, a maior parte da produção mundial da Aperam é proveniente de sua própria reciclagem, o que contribui para a conservação dos recursos não renováveis.

Visual incomparável

Com um visual extraordinário e grande variedade de acabamentos de superfície, o aço inoxidável é um material esteticamente único.

Desempenho técnico excelente

Sua resistência à corrosão, sua ampla variedade de propriedades mecânicas e a facilidade de processamento fazem do aço inoxidável um material recomendado em muitos setores do mercado.

Conheça os principais atributos do Aço Inox

Inerte, hipoalergênico e de fácil manutenção, o aço inoxidável atende aos requisitos mais rigorosos à saúde humana.

Principais atributos do Aço Inox

Nos mais diversificados mercados, as soluções KARA apoiam os clientes em todas as fases dos seus projetos.

Arquitetura e Construção Civil

Fachadas coberturas, arquitetura de interiores, mobiliário urbano, pias e cubas.

Cutelaria

Talheres e facas profissionais.

Utilidades Domésticas

Acessório de cozinha, panelas e baixelas.

Linha Branca

Fogões, coifas, cooktop, geladeiras, fornos de micro-ondas e lavadoras.

Indústria Automotiva

Sistema de exaustão (motos, veículos, ônibus e caminhões), tanques rodoviários, discos de freio para motocicletas, estruturas de ônibus, abraçadeiras, tanques de combustível, filtros de combustível e óleo.

Tubos

Máquinas de lavar, escapamentos, destilaria, além de diversas aplicações em usinas de açúcar.

Bens de Capital

Aquecedores solares (boilers), reservatórios de agua e cachaça, resfriadores de leite, vagões ferroviários, separadores magnéticos, moedas, além de diversas aplicações em usinas de açúcar.

Manuseio

Cuidados com o manuseio:

O aço inox, originalmente desenvolvido para aplicações em que o requisito principal seria a resistência à corrosão, tem sido largamente utilizado com apelos estéticos. A proteção do aço inox vem da resistência da camada superficial de óxido de cromo aos ataques do meio ambiente. Esta camada invisível, de espessura finíssima e altamente aderente, apesar de estável, não é indestrutível, e exige cuidados especiais para manter suas propriedades originais inalteradas.
Desta forma, cuidados básicos devem ser observados para a prevenção de danos mecânicos e contaminação desta película. Os danos mecânicos, como arranhões e sulcos, podem ocorrer facilmente com manuseio inadequado do aço inox, ocasionando o rompimento do filme de óxido de cromo, deixando a área vulnerável a ataques corrosivos, além de comprometer seu aspecto estético. A contaminação com impurezas, seja pela manipulação de aço inox com equipamentos utilizados em áreas sujas, pode comprometer a sua resistência a corrosão pela aderência de partículas em sua superfície. A aderência de impurezas evita o contato do cromo do aço com o oxigênio do meio ambiente e a regeneração da camada passiva de óxido de cromo, criando portas de entrada para a corrosão e danificando o material.

Como evitar danos mecânicos:

Tanto as chapas grossas quanto as chapas finas não devem ser arrastadas ao serem retiradas das estantes, nem colocadas umas sobre as outras.
As chapas grossas devem ser cuidadosamente separadas e calçadas com blocos de madeira, permitindo que os garfos de empilhadeira possam ser inseridos entre as placas sem causar danos mecânicos à superfície. Caso os garfos sejam forçados entre as placas, podem inclusive causar um certo nível de contaminação nos arranhões e sulcos, agravando o dano.
As chapas grossas e finas que forem separadas para uso posterior devem ser mantidas afastadas do piso e divididaspor tábuas de madeira, evitando que as superfícies sejam danificadas e facilitando seu manuseio futuro. Grampos ou dispositivos de fixação para manuseio de chapas grossas devem ser usados com cuidad, pois as faces serrilhadas normalmente penetram, marcam e criam sulcos nas superfícies do aço inox. Caso sejam necessárias correntes para içamento do material, elas inevitavelmente tendem a escorregar, danificando a superfície. Nestas situações deve-se dar preferência para materiais sintéticos para executar serviços pesados.

Como evitar contaminação:

Nem sempre é possível dispor dos equipamentos específicos para o manuseio do aço inox, entretanto algumas soluções simples podem ser providenciadas, como correntes apropriadas ou peças de metal sintético. Todos os equipamentos devem ser limpos antes de sua utilização para trabalhos com o aço inox. Neste sentido, é aconselhável que o manuseio do aço inox seja planejado e programado, pois quando sua utilização é aleatória, estes cuidados com a limpeza dos equipamentos são negligenciados, ocasionando a contaminação.
Materiais de pequena espessura, laminados a frio, apresentam um acabamento superficial de melhor qualidade, inerente o processo de produção brilhantes, polidos ou lixados. O manuseio deste produto exige o uso de luvas limpas, evitando que os dedos deixem marcas na superfícies do material. Caso isso ocorra, as marcas só podem ser removidas com solvente orgânico suave, seguido de limpeza com uma solução morna de detergente. O procedimento de remoção das manchas termina com enxágue cuidadoso, feito com agua limpa , e posterior secagem do material.

Estocagem

Cuidados com o estocagem:

Procedimentos corretos de estocagem de chapas e bobinas de aço inox são fundamentais para manter suas características estéticas e de resistência à corrosão inalteradas. Essas propriedades são fundamentais para o bom funcionamento do aço em suas aplicações finais. As chapas e bobinas saem da usina siderúrgica embaladas complástico de proteção e/ou polionda, que deve ser mantido o maior tempo possível, ajudando a prevenir danos no período entre e entrega e o momento do uso do material. Quando o material for fornecido com a aplicação de PVC (filme protetivo de polietileno) este material não deverá ser exposto diretamente à luz do sol por longos períodos, podendo ocorrer aderência do plástico (filme protetivo) à superfície do aço.
Atenção: ADOTE O PROCEDIMENTO CORRETO.

Limpeza

Manutenção e limpeza :

Bonito e resistente, o aço inox é um material de fácil conservação. Através da limpeza adequada e rotineira é possível manter suas propriedades originais inalteradas, preservando sua resistência à corrosão, aparência e higiene.
A limpeza é essencial para obter a máxima resistência à corrosão dos aços inoxidáveis. Mas lembre-se: o segredo da sua limpeza e manutenção está no uso de produtos e procedimentos corretos e no cuidado com que você trata o produto.
Mesmo no caso de incrustações mais resistentes, deve-se começar a limpeza com o método mais suave. A operação deve ser repetida um número razoável de vezes antes de recorrer aos métodos mais severos.
Do brilho espelhado à superfície acetinada, aço inox permite os mais variados acabamentos.Nenhum é melhor do que o outro, nem requer tratamento diferenciado.
O mesmo aço inox que embeleza sua casa ou edifício, levando praticidade e beleza às cozinhas, banheiros e demais aposentos, também é usado com grande sucesso em fachadas e instalações industriais. Nelas, entretanto, os cuidados com a limpeza devem ser redobrados para enviar imprevistos.

Cuidados na manutenção do Aço Inox

Os melhores produtos para conservar aço inox são água, o sabão, os detergentes suaves e neutros e os removedores à base de amônia, diluídos em água morna e aplicados com um pano macio ou uma esponja de náilon. Depois basta enxáguar com bastante água, preferencialmente

morna e secar com um pano macio. A secagem é extremamente importante para evitar o aparecimentos de manchas na superfície do produto. Mas a limpeza de rotina também pode ser feita em máquinas de lavar pratos, e só quando a sujeira for intensa

aconselha-se uma pré-lavagem. Essa limpeza rotineira remove facilmente as sujeiras mais comuns e seu uso constante quase sempre remove as sujeiras mais intensas, fazendo com que as manchas de superfície do aço desapareçam completamente.

No caso de sujeira moderada, quando a limpeza de rotina não for suficiente, aplique uma mistura feita com gesso ou bicarbonato de sódio dissolvido em álcool de uso domestico até formar uma pasta, usando um pano macio ou uma bucha

náilon para passar na superfície do aço inox. Se preferir, use também uma escova de cerdas macias, tomando cuidado para não esfregar: faça-o sempre da maneira mais suave possível, dando passadas longas e uniformes

no sentido de acabamento polido, caso houver. Evite esfregar com movimentos circulares. Depois é só enxaguar com bastante água, preferencialmente morna, e secar com pano macio. Por fim, enxágue e siga as etapas da limpeza de rotina.

Cuidados para preservar as características do Aço Inox

Ácidos e produtos químicos para piscina, ácido muriático, removedores de tintas e similares danificam a superfície do aço inox e, portanto devem ser evitados. Alvejantes e água sanitária podem ser usados ocasionalmente em pias ou taques, desde que diluídos em água nas concentrações recomendadas. Use água entre fria e morna ao invés de água quente ou fervendo.

Polidores e saponá ceos abrasivos só de vem ser utilizados em casos extremos, pois podem prejudicar a superfície do aço inox.

Evite o contato prolongado com soluções altamente concentradas de sal, principalmente a altas temperaturas.

Não superaqueça panelas de aço inox, deixando que seu conteúdo ferva até secar. Tal procedimento cria manchas difíceis de remover, além de danificar os cabos e fundos.

Não deixe artigos de aço comum em contato com inox, especialmente se estiverem úmidos ou molhados. É o caso das esponjas de aço, cuja ferrugem pode manchar o aço inox. Quando não for possível evitar o seu uso, as peças devem ser enxaguadas com água em abundância.

O ácido nítrico (HNO³) é o ácido mineral que pode ser usado na limpeza industrial do aço inox quando os demais procedimentos forem suficientes para remover manchas em

sua superfície. Entretanto, evite seu contato com outros metais, especialmente os feitos a base de alumínio e cobre. Recomenda-se emprega-lo na concentração a 10%

(uma parte de ácido para nove partes de agua), usando luvas de borracha e proteção para os olhos. No caso de contato acidental com a pele, lave com agua em abundância.

Soluções para problemas que aparecem com maior frequência

Limpe os depósitos grossos com um pano ou toalha de papel. Em seguida mergulhe a peça em uma solução morna de detergente ou amônia. Depois siga os procedimentos de limpeza de rotina.

Remova com um pano macio ou toalha de papel umedecidos em álcool isopfopílico (encontrado em farmácia de manipulação) ou solvente orgânico (éter benzina). Reduza ao mínimo as chances de uma nova ocorrência, aplicando um polidor doméstico à base de cera ou vaselina liquida sobre a superfície limpa e seca.

Tais manchas, com uma auréola em seu contorno, indicam que algum fragmento de aço comum ficou agarrado à superfície do aço inox. Com um cotonete embebido com agua e ácido nítrico a 10% faça aplicações tópicas, mantendo o local umedecido durante 20 a 30 minutos, repetindo a operação se necessário. Manchas mais acentuadas exigirão que se esfregue rigorosamente a superfície manchada com uma pasta feita com abrasivo domestico fino (sapólio), água e ácido nítrico a 10%, utilizando uma ducha de polimento. O tratamento com ácido deverá sempre ser seguido com enxágue em solução de amônia ou de bicarbonato de sódio e limpeza de rotina.

De um modo geral, a superfície do aço inox conserva suas propriedades, desde que seja tratada com os cuidados necessários. Geralmente a limpeza não representa grandes dificuldades, mesmo sob condições adversas de contaminação ou sujeira. Mas ocasionalmente, certos contaminantes, dependendo de sua natureza, podem ocasionar sujeiras e incrustações de difícil remoção. Na maioria das vezes em que o aço inoxidável não desempenha suas propriedades adequadamente ou não mantém sua aparência, o principal motivo é o emprego incorreto dos métodos de manutenção e limpeza manuseio e estocagem, além do uso inadequado. A seguir alguns exemplos típicos de procedimentos inadequados que comprometem a utilização do aço inox:



  • Os vazamentos em tanques ou tubulações industriais, aliados à evaporação continua, resultam em um ambiente com maiores concentrações de substancias corrosivas. Tal fato pode provocar o início de um processo corrosivos em componentes de aço inox não especificados para resistir a ambientes excessivamente agressivos.

  • O pó e a sujeira depositados no aço inox em atmosferas marinhas ou industriais absorvem contaminantes corrosivos (por exemplo, o sal em condições marinhas). Neste caso, também a evaporação e a maior concentração podem resultar em corrosão ou dano à superfície do aço inox.

  • As soluções de esterilização ou dos detergentes usados na indústria de preparação de alimentos em geral baseados em produtos químicos agressivos (por exemplo, os liberadores de cloro). Esses produtos são frequentemente utilizados em concentrações muito acima das recomendas, ou mantidos em contato com artigos e equipamentos durante todo o período de parada.

  • [X] FECHAR